O seguro de vida representa a diferença entre a segurança financeira e a ruína, e em certos casos, o legado de toda uma família

Seu patrimônio e sua família podem ser duramente atingidos, mesmo que você não erre...

Imprevistos acontecem o tempo todo... mas e se acontecer com você?

Apesar de ser um assunto sério, a maioria dos brasileiros não possui seguro de vida. Os principais motivos são por desconhecimento da sua importância, e falta de consciência de como os imprevistos de doenças, acidentes, invalidez e fatalidades atingem duramente a renda e, consequentemente, o padrão de vida pessoal e familiar, inclusive comprometendo a realização dos sonhos e projetos futuros de vida.

O que poucas pessoas sabem é que a maioria das coberturas do seguro de vida são para uso em vida, para benefício da própria pessoa que contratou, como nos casos de diárias em caso de afastamento do trabalho por doença ou acidente, ou indenização por invalidez em virtude de doença ou acidente, ou indenização em casos de diagnóstico de doenças graves ou terminais, e também para assistência funeral e verba para compra de jazigo em caso de falecimento do cônjuge e filhos/enteados etc.

Oferecer tranquilidade em um momento de dificuldade, esse é o principal objetivo do seguro de vida. Com ele, a família continua, o negócio é mantido ou um legado é criado para as outras gerações por causa das nossas soluções que cuidam.

Existem diversas opções de seguro de vida no mercado, algumas seguradoras não amparam eventos causados por epidemias ou pandemias, outras impõem carência de 60, ou 90, ou 180 dias para morte por doença, e outras limitam a cobertura de morte apenas se for em decorrência de acidente.

Então qual é o melhor seguro de vida para você?

Essa é a minha especialidade e vou te guiar nessa jornada de escolha tão importante.

Especialista em seguro de vida

Olá! Sou o Paulo Campos, corretor de seguros, gestor de riscos e especialista em seguros de vida e seguros de responsabilidade civil profissional, com registro profissional SUSEP n.º 201041307, me dedico a proteger a reputação profissional, o patrimônio, a renda e a família dos meus clientes há 16 anos.

Por que algumas pessoas têm preconceito com seguro de vida?

Toda pessoa necessita de renda para sobreviver e contribuir com o custeio familiar, isso é obvio e todos sabem, mas se as pessoas possuem as informações necessárias sobre os riscos que estão expostos de doenças, acidentes e invalidez, e quanto isso impacta negativamente na sua renda e no seu padrão de vida, por que demoram em contratar um seguro de vida?

Seguro de vida em 4 passos

Passo 1:
Consultoria Gratuita

Vamos fazer uma consultoria para entender o seu momento de vida e necessidades de proteção.

Passo 2:
Análise Personalizada​

Seu perfil será analisado de forma personalizada. Não existe seguro padrão para todos. Existe o seguro perfeito para você e vamos descobrir qual é.

Passo 3:
Orçamentos

Você vai ver as opções que cabem no seu orçamento familiar e que fazem sentido para você

Passo 4:
Você Protegido(a)

Você avalia e assina a proposta, e sua apólice é emitida. Pronto! Sua renda, seu padrão de vida e sua família estarão protegidos.​

Conheça o que está coberto na proteção financeira que lhe proponho

Proteger o Padrão de Vida dos Acidentes, Doenças e Invalidez

Será que a sua família poderia continuar vivendo na mesma casa e levar uma vida como antes, mesmo sem contar com seu rendimento?

Hoje é comum a família contar com o orçamento de ambos os pais para manter o padrão de vida da casa. Mesmo assim, isso não significa que apenas uma renda será suficiente para manter a família. E se um dos cônjuges for dependente financeiro do outro, o cenário piora: provavelmente essa família precisará de ajuda de terceiros. E sabemos que essa ajuda é incerta e temporária.

Com o seguro de vida o seu padrão de vida estará protegido, sem precisar se descapitalizar, ou vender algum patrimônio, ou buscar qualquer tipo de empréstimo.

Garantir o Inventário com Liquidez e a Sucessão Patrimonial

A construção de um patrimônio é uma das maiores prioridades de quem busca segurança familiar contra imprevistos do futuro.

Certamente, ter um patrimônio traz tranquilidade caso seja necessária a utilização de parte dele para cobrir despesas extras. No entanto, quando ele é criado com o objetivo de deixar um legado para os herdeiros, a transmissão desses bens pode se transformar em um grande problema, em função dos custos envolvidos, que podem chegar até 20% do valor do patrimônio.

Com o seguro de vida a sua família estará amparada, a qualquer momento a partir da ocorrência de um imprevisto, para manter o padrão de vida e arcar com os custos do inventário até a transferência do patrimônio familiar aos herdeiros ser finalizada. Além do planejamento necessário para acumular uma reserva financeira, e desta forma realizar a sucessão programada do patrimônio.

Preservar a Formação Educacional dos Filhos/Enteados

Seus filhos estão em idade escolar? O maior legado que você pode deixar para eles é a educação.

As despesas com a educação dos filhos são longas e aumentam muito com o passar dos anos. Sabemos que quanto mais investimento na educação formal de um filho, maiores são as chances de seu sucesso profissional. O que aconteceria se, de uma hora para outra, o orçamento destinado à educação dos filhos fosse suspenso?

Caso ocorra algum imprevisto que afete duramente a renda, o seguro de vida preservará a formação educacional dos seus filhos/enteados, seja através de diárias devido afastamento do trabalho por doença ou acidente, ou por indenização devido invalidez ou falecimento.

Capital para Custear o Tratamento e Despesas em caso de Doenças Graves ou Terminais

O planejamento de proteção financeira não serve para prolongar a vida, mas para proporcionar qualidade de vida e dignidade.

Nessas situações de diagnóstico de doenças graves ou terminais, o(a) provedor(a) poderá necessitar de uma disponibilidade financeira, pois pode ter que se afastar das suas atividades profissionais e ter a renda reduzida por tempo indeterminado, comprometendo as despesas fixas e o padrão de vida da pessoa e da família.

O seguro de vida proporciona uma verba para custear o tratamento e demais despesas em caso de doenças graves ou terminais, para que você e sua família passem por esse momento com mais tranquilidade, e evitem a dilapidação do patrimônio ou uma dependência de ajuda de terceiros.

Alavancagem Patrimonial com Liquidez

Existem 2 tipos de pessoas: as que resistem às mudanças e as que evoluem e criam um futuro melhor.

O seguro de vida oferece ferramentas importantes que vão alavancar o seu patrimônio com liquidez, além de ajudar a preservar seu patrimônio e investimentos em situações de imprevisibilidade, para que você ou sua família continuem nesse processo de acumulação e não tenham que usar esse patrimônio ou investimentos por conta de um imprevisto, como por exemplo uma invalidez por doença ou acidente, ou um diagnóstico de doença grave, etc.

São providencias inteligentes de gerenciar o risco que todos estamos expostos, sem precisar se descapitalizar, ou vender algum patrimônio, ou buscar qualquer tipo de empréstimo, pois o aumento do patrimônio é uma das maiores prioridades de quem busca segurança familiar contra imprevistos do futuro.

Tornar Possível a Realização dos Sonhos e Projetos de Vida

O seu planejamento de vida e o da sua família dependem de você?

Um intercâmbio no exterior para um filho, o início de um negócio próprio, um MBA fora do país ou simplesmente uma viagem fazem parte dos projetos de vida de diversas pessoas. No entanto, muitas vezes, a certeza da concretização desses sonhos dependem da renda do(a) principal provedor(a) da família.

O seguro de vida oferece ferramentas importantes que vão garantir o recebimento de reserva financeira, ao final do período planejado, que poderá ser usada para realizar os seus projetos ou os da sua família.

Garantir a Renda Enquanto Estiver Afastado por Lesão, Acidente ou Doença

Imagine se algo acontece e você precisa se afastar do trabalho, quais seriam os impactos financeiros no seu padrão de vida e nas pessoas que você ama?

Pensando em si ou em sua própria família, a grande maioria das pessoas descobrirá que precisaria ter uma ou mais reservas financeiras. Não sabemos quando vamos adoecer ou quando vamos nos acidentar. E ainda que tenhamos uma vida longa, nada garante que teremos uma renda satisfatória para sempre.

Em outras palavras, estamos sempre expostos ao risco de perder o equilíbrio entre as receitas e as despesas, ainda que a família possa pagar as despesas imediatas surgidas após uma situação inesperada que comprometa a renda, é importante considerar a necessidade de recursos extras para despesas emergenciais, como gastos inesperados com tratamento médico.

Com o seguro de vida a sua renda mensal estará protegida, garantindo seus rendimentos quando não puder trabalhar devido doença ou acidente, e com isso manterá seu padrão de vida intacto, sem precisar se descapitalizar, ou vender algum patrimônio, ou buscar qualquer tipo de empréstimo.

Recursos para Lidar com a Reorganização Póstuma e o Reestabelecimento da Vida Familiar

Cada pessoa tem o seu tempo para se recuperar após uma perda inesperada e dar continuidade à rotina.

Muitas famílias decidem por uma viagem para colocar as ideias e as emoções no lugar, e outras escolhem a contratação de um profissional especializado – como um psicólogo, um fisioterapeuta, professores particulares para a adaptação dos filhos a uma nova realidade e etc.

Em seguida, o primeiro problema que os familiares precisam enfrentar na ausência do(a) principal provedor(a) financeiro(a) é como as despesas mais imediatas serão pagas, como dívidas, financiamentos, educação, moradia e até despesas médico-hospitalares que tenham sido necessárias durante um possível tratamento, já que às vezes nem tudo está coberto pelo plano de saúde.

Embora o maior preço a se pagar quando alguém falece é o emocional, também existe o preço financeiro. Casos em que a pessoa falecida não tem recursos financeiros para deixar como herança são comuns. Nestas situações, as despesas do inventário, que não são baixas, acabam ficando às custas da família.

O seguro de vida ajuda a cobrir essas despesas inesperadas, além de ajudar a família a investir em novos recursos para se reestabelecer.

Por que algumas pessoas têm preconceito com seguro de vida?

Toda pessoa necessita de renda para sobreviver e contribuir com o custeio familiar, isso é obvio e todos sabem, mas se as pessoas possuem as informações necessárias sobre os riscos que estão expostos de doenças, acidentes e invalidez, e quanto isso impacta negativamente na sua renda e no seu padrão de vida, por que demoram em contratar um seguro de vida?

PREENCHA O FORMULÁRIO E O ESPECIALISTA IRÁ AGENDAR A DATA E HORÁRIO DA SUA CONSULTORIA gratuita

Com poucas informações você terá um orçamento e verá como o investimento é baixo para se proteger

Com poucas informações você terá um orçamento e verá como o investimento é baixo para proteger a sua reputação profissional e o seu patrimônio contra reclamações judiciais que alegam erro médico.

Cuidando de quem cuida da gente!

×