Existe o seguro perfeito para você e vamos descobrir qual é

Você deu um passo importante para se proteger contra alegações de erro profissional

Sucesso no envio das informações!

Em breve você descobrirá como poderá tornar isso realidade.

Sucesso no envio das informações!

Existe o seguro perfeito para você e vamos descobrir qual é

imprevistos acontecem o tempo todo... mas e se acontecer com você?

Você receberá em breve o diagnóstico das suas necessidades de proteção, e verá como o investimento é baixo para se proteger contra as reclamações que alegam erro profissional

Imprevistos acontecem o tempo todo… mas e se acontecer com você?

Mesmo que você não erre, por inconformismo com o resultado, o cliente pode alegar que você errou.

Mesmo que você não erre, por inconformismo com o resultado, o cliente pode alegar que você errou. Os custos de defesa nas esferas cível, criminal e administrativa / disciplinar (Conselho de Classe) por vezes são maiores do que o valor da condenação.

Acreditamos que os nossos seguros têm o objetivo de evitar um prejuízo patrimonial, devido os custos para se defender e/ou para indenizar os danos causados, ou alegados, por sua falha profissional.

O seguro pagará todos os custos de defesa, você não precisará pagar do próprio bolso o valor do advogado, do perito, e das custas judiciais. E caso haja condenação, caso o juiz entenda que houve erro, o seguro vai indenizar também a condenação.

Acreditamos que os nossos seguros tem o objetivo de evitar um prejuízo patrimonial, devido os custos para se defender e/ou para indenizar os danos causados por sua falha profissional.

Crença Soluções que Cuidam - Seguro para advogado para proteção financeira da reputação profissional e do patrimônio contra reclamações judiciais que alegam erro profissional. Seguro de vida para advogado para proteção financeira contra imprevistos de acidentes, invalidez, doenças e fatalidades da vida. Proteções financeiras que cuidam da sua reputação profissional, do seu patrimônio, da sua renda e da sua família.

Você receberá em breve um contato para agendamento da sua consultoria gratuita, e será apresentado o seu diagnóstico de necessidades de proteção.

Existe o seguro perfeito para você e vamos descobrir qual é.

Cuidando de quem cuida da gente!

8 proteções incríveis (e essenciais) que todo advogado ou escritório de advocacia deveria ter contra alegações de erro profissional

Para evitar surpresas desagradáveis e prejuízos patrimoniais, é fundamental ter pelo menos essas coberturas em sua apólice. Outras poderão ser necessárias de acordo com os riscos da sua atuação profissional.

Perda de uma chance

Quando o advogado perde o prazo do recurso, ou não comparece a uma audiência ou não apresenta uma defesa ele provoca a perda de uma chance do cliente dele. Afinal ele perde a oportunidade de ter o recurso analisado ou de ser defendido das acusações que estão sendo feitas contra ele. Nessa situação o advogado é condenado a indenizar pela perda de uma chance que ele causou, e algumas seguradoras não cobrem essa situação.

Reclamação de Dano moral "puro"

Alguns erros não causam um prejuízo financeiro, somente dano moral. Por isso é fundamental ter cobertura para danos morais causados por falhas profissionais sem o pré-requisito de serem decorrentes de um dano material e/ou corporal que estejam acima do valor da franquia, pois na maioria das vezes essa condição não será preenchida.

Custos de defesa na esfera administrativa / disciplinar

O advogado tem o risco de sofrer uma reclamação adminstrativa, disciplinar, perante o conselho de classe, pela suposta alegação de erro profissional.

Portanto, é fundamental ter a cobertura para esfera administrativa para poder contar com os custos de defesa no seguro.

Custos de defesa na esfera criminal

São os custos de defesa para que o advogado possa contratar bons advogados e peritos, para se defender caso sofra uma ação penal, principalmente por homicídio culposo.

Algumas seguradoras excluem essa cobertura.

Proteção para atos de advogados correspondentes

O profissional da saúde tem o risco de sofrer uma reclamação adminstrativa, disciplinar, perante o conselho de classe, pela suposta alegação de erro médico.

Portanto, é fundamental que ele(a) tenha cobertura para esfera administrativa para poder contar com os custos de defesa no seguro.

Sócios, advogados associados, diretores e estagiários na definição de segurado

Algumas seguradoras limitam os valores dessa cobertura, que acaba sendo insuficiente para contratar os melhores advogados e peritos, para poder provar que seguiu todos os procedimentos exigidos, e que, portanto, não houve erro, não houve culpa.

Reclamação de dano estético

Mesmo que não realize procedimento estético, sempre haverá risco de causar um dano estético. Por exemplo, uma paciente pode fazer uma cesárea e sofrer um dano estético, e um parto não tem nada a ver com procedimento estético.

Tem seguradora que cobre o dano estético, e outras que cobrem com exceções (exclui dano estético subjetivo, que não seja bizarro etc.), mas para o judiciário não tem essa diferença, por isso precisa ter essa cobertura sem ter essa subjetividade.

Custos de defesa sem limitação de honorários advocatícios

Algumas seguradoras limitam os valores dessa cobertura, que acaba sendo insuficiente para contratar os melhores advogados e peritos, para poder provar que seguiu todos os procedimentos exigidos, e que, portanto, não houve erro, não houve culpa.

6 proteções incríveis (e essenciais) que todo(a) médico(a) deveria ter contra alegações de erro médico

Para evitar surpresas desagradáveis e prejuízos patrimoniais, é fundamental ter pelo menos essas coberturas em sua apólice. Outras poderão ser necessárias de acordo com os riscos da atuação profissional de cada médico(a).

Custos de defesa sem limitação de honorários advocatícios

Algumas seguradoras limitam os valores dessa cobertura, que acaba sendo insuficiente para contratar os melhores advogados e peritos, para poder provar que seguiu todos os procedimentos exigidos, e que, portanto, não houve erro, não houve culpa.

Perda de uma chance

Se ocorrer um equívoco no diagnóstico de uma doença, o paciente pode alegar que perdeu a chance de fazer o tratamento correto e de obter a cura, então é fundamental ter a proteção para perda de uma chance.

Algumas seguradoras não amparam essa proteção.

Custos de defesa na esfera criminal

São os custos de defesa para que o(a) médico(a) possa contratar bons advogados e peritos, para se defender caso sofra uma ação penal, principalmente por homicídio culposo, nos casos em que o paciente vêm a óbito.

Algumas seguradoras excluem essa cobertura.

Reclamação de Dano moral "puro"

Totas as seguradoras cobrem danos morais, mas algumas delas colocam requisitos para isso, que seja decorrente de um dano corporal ou material. É comum os(as) médicos(as) sofrerem condenações somente em danos morais "puros", por isso a importância de não ter esse pré-requisito.

Custos de defesa na esfera administrativa / disciplinar (CRM)

O(a) médico(a) tem o risco de sofrer uma reclamação adminstrativa, disciplinar, perante o CRM, pela suposta alegação de erro médico. Portanto é fundamental que ele(a) tenha cobertura para esfera administrativa para poder contar com os custos de defesa no seguro.

Reclamação de dano estético

Mesmo que não realize procedimento estético, sempre haverá risco de causar um dano estético. Por exemplo, uma paciente pode fazer uma cesárea e sofrer um dano estético, e um parto não tem nada a ver com procedimento estético.

Tem seguradora que cobre o dano estético, e outras que cobrem com exceções (exclui dano estético subjetivo, que não seja bizarro etc.), mas para o judiciário não tem essa diferença, por isso precisa ter essa cobertura sem ter essa subjetividade.

8 fatos incríveis que poucas pessoas sabem sobre o seguro de vida

Cobertura para custos de defesa amplo

Cobertura para contratar os melhores advogados e os melhores peritos, e arcar com todas as custas judiciais em virtude de uma reclamação de alegação de erro médico, para provar que seguiu todos os procedimentos exigidos, e que, portanto, não houve erro, não houve culpa.

Tem seguradora que não limita a cobertura de custos de defesa, mas tem seguradora que limita em 2 vezes, ou 3 vezes o valor da tabela da OAB, ou que pagam no máximo R$ 28 mil de honorários advogatícios, e na maioria das vezes esses valores são insuficientes para se defender das alegações de erro médico.

Proteção para defesa na esfera criminal

São os custos de defesa para que a(o) médica(o) possa contratar bons advogados e bons peritos, para se defender caso sofra uma ação penal, principalmente por homicídio culposo, nos casos em que o paciente vêm a óbito.

Atenção, muitas(os) médicas(os) acham que essa cobertura é importante somente para quem realiza procedimentos cirúrgicos, mas não é bem assim, claro que esses possuem um risco maior, mas as(os) demais doutoras(es) também possuem esse risco, pois podem prescrever um medicamento que o paciente tem alergia, ou que não era indicado para aquela idade, ou no caso da perda de uma chance não realizar o diagnóstico correto, então é uma cobertura fundamental para todas(os) médicas(os).

Proteção para esfera administrativa

A(O) médica(o) pode sofrer uma sindicância e um procedimento administrativo perante ao CRM, pela suposta alegação de violação de uma conduta ética. Com essa proteção ela(e) vai poder contratar bons advogados para se defender e provar que não errou.

Mas atenção, essa cobertura é valida somente para alegação de erro médico, então se ela(e) divulgou uma especialidade que não tinha registro, se fez publicidade com antes e depois, todas essas violações éticas não são erro médico, então não estão cobertas na apólice, só vai cobrir quando for alegação de erro médico.

Proteção para dano moral puro

Essa proteção é importantíssima para a(o) médica(o), é muito comum ela(e) ser processada(o) somente em danos morais puros, que é aquele dano que não precisa acontecer juntamente com outro dano, como é o caso dos danos morais em decorrência de um dano corporal ou material.

Algumas seguradoras informam que cobrem o dano moral puro desde que ele seja decorrente de um dano corporal ou material, por isso a importância de contratar em uma seguradora que dê essa proteção.

Proteção para ausência de termo de consentimento informado

Algumas seguradoras não dão cobertura em reclamações que a(o) médica(o) não tenha esse documento, outras informam que ela(e) pode perder o direito de cobertura, e outras seguradoras cobrem sem restrição.

Mas de qualquer forma, é recomendável que a(o) médica(o) tenha esse documento, porque sem ele, poderá ser condenada(o), mesmo que não tenha errado e seguido todo procedimento exigido, a ausência do termo faz com que a(o) médica(o) responda de forma objetiva, ou seja, não existe mais o risco do procedimento e ela(e) assume 100% do risco.

Com o termo a(o) dra.(dr.) responde de forma subjetiva, ou seja, é o paciente que tem de provar que a(o) médica(o) agiu com culpa, seja por negligência, ou por imprudência, ou por imperícia, portanto, não basta ter sofrido um dano com o tratamento ou procedimento cirúrgico, o paciente terá de provar que a(o) médica(o) errou, mesmo que o paciente passe por uma cirurgia e saia paraplégico, ele sofreu um dano mas não significa que esse dano seja um erro médico, pode ser um risco do procedimento.

Proteção para extensão de cobertura PJ

A(O) médica(o) normalmente tem um CNPJ, ainda que ela(e) atenda no consultório, precisa emitir nota fiscal para o paciente.

Quando ela(e) contrata a apólice na pessoa física, no CPF, se vier uma reclamação no CNPJ, ou seja, o paciente pega os dados da nota fiscal e processa em cima daqueles dados, a seguradora vai pontuar:

- Não, espera aí, esse CNPJ não é segurado na apólice, quem é segurada(o) é a(o) dra.(dr.) tal, CPF tal, então por isso as seguradoras criaram essa extensão para pessoa jurídica, que é justamente para que o CNPJ da(o) médica(o) esteja amparado na apólice da pessoa física, e nesse caso tanto faz se ela(e) for processada(o) na pessoa física ou jurídica.

Tem seguradora que ampara somente empresário individual, ou seja, não haverá cobertura se houver outros sócios, já outras seguradoras vão cobrir mesmo que ela(e) tenha mais sócios no CNPJ, e tem seguradoras que não possuem a extensão de cobertura para o CNPJ.

Proteção para reclamação de erro médico "coronavírus"

Infelizmente é uma exclusão que algumas seguradoras estão adotando depois da pandemia, o que é muito preocupante porque a(o) médica(o) está no meio desse fogo cruzado, se faz tratamento precoce, ou se não faz, se interna, ou se não interna.

A(O) médica(o) está sujeita a sofrer reclamações, e se tiver uma apólice com uma seguradora que exclui, ela(e) não vai estar protegida(o), então muita atenção com isso.

Se atua em uma área que não tem nenhum tipo de contato com coronavírus, ok, mas do contrário precisa de uma seguradora que dê esse amparo.

Proteção para função de chefe de equipe e/ou cargo de diretor médico

Algumas(ns) médicas(os) têm a função de chefe de equipe e/ou diretora(diretor) médica(o), e a apólice só ampara as reclamações de alegação de falha praticadas por atos dela(e), então se a(o) dra.(dr.) chefia uma equipe, ou tem cargo de diretora(diretor) médica(o), ela(e) pode responder pelos serviços médicos prestados pela equipe/instituição que comprovadamente chefia/trabalha, se não tiver essa extensão de proteção na apólice, a(o) médica(o) não terá cobertura porque não foi um ato dela(e).

Atenção, esta cobertura não abrange nenhuma perda que venha a recair sobre a(o) médica(o) por conta de qualquer ato de gestão, a cobertura é para atos de serviços médicos prestados.

Proteção para perda de uma chance

Se ocorrer um equívoco no diagnóstico de uma doença, o paciente pode alegar que perdeu a chance de fazer o tratamento correto e de obter a cura, então é fundamental ter a proteção para perda de uma chance.

Algumas seguradoras amparam e outras excluem essa proteção.

Proteção para atendimento virtual

Muitas(os) médicas(os) adotaram o atendimento virtual após o início da pandemia.

Algumas seguradoras amparam e outras excluem reclamações de alegação de erro médico em virtude de atendimento virtual.

Proteção para dano estético

É muito comum uma(um) médica(o) ser processada(o) por danos estéticos, que é diferente de procedimentos estéticos, são situações bem diferentes, por exemplo, uma paciente pode fazer uma cesárea e sofrer um dano estético, e um parto não tem nada a ver com procedimento estético.

Tem seguradora que cobre o dano estético, e outras que cobrem com exceções (exclui dano estético subjetivo, que não seja bizarro etc).

Mas para o judiciário não tem diferença de dano estético objetivo, subjetivo bizarro, ou básico, ou simples, ou complexo, se na opinião do juiz e dos desembargadores ficou caracterizado o dano estético, a(o) médica(o) será condenada(o) independente se o dano é pequeno, ou grande, a(o) dra.(dr.) precisa ter essa cobertura sem ter essa subjetividade que algumas seguradoras colocam.

Proteção para ato do bom samaritano

Quaisquer primeiros socorros, assistências ou tratamentos emergenciais prestados pela(o) médica(o) fora de seu expediente regular, na cena de uma emergência médica, na qual a presença dela(e) se deu por acaso ou em resposta a um pedido de emergência.

Exemplo: médica(o) dermatologista está num avião e tem alguém infartando, ela(e) não é cardiologista, mas prestará o socorro emergencial, e mesmo seguindo todos os procedimentos e meios para salvar a pessoa, esta pode vir a falecer, ela(e) não errou, mas a família entra com processo alegando erro médico.

Embora esse tipo de situação não seja comum de acontecer, se a(o) médica(o) sofrer uma reclamação vai estar amparada(o) nessa cobertura. E tem seguradora que não cobre este tipo de risco.

Cobertura para despesas de publicidade

Algumas reclamações podem ter repercussão pública contra a(o) médica(o), e a reputação profissional construída ao longo de uma carreira será questionada, podendo prejudicar a imagem perante os pacientes.

Estão cobertos os honorários gastos e outras despesas razoáveis que a(o) médica(o) tenha incorrido, para a contratação de serviços de empresas de assessoria de imprensa, publicidade e relações públicas, com o objetivo de reparar os danos causados à reputação.

Cobertura para condenações judiciais

Cobertura para pagamento das condenações judiciais imputadas a(ao) médica(o) em virtude de erro médico.

As 5 regras de ouro para garantir a indenização do seguro - A #4 irá te surpreender

Siga essas regras para garantir a proteção financeira do seu seguro, pois mais da metade das negativas de indenização se devem ao descumprimento delas.

Caso aconteça qualquer situação que você identifique um erro ou alegação de erro você deve nos avisar no .

Não precisa ter uma ação judicial ou um pedido formal de indenização, reembolso, pagamento de despesas para caracterizar a necessidade desse aviso.

Essa orientação é válida para situações em que alguém alegue que você cometeu uma falha, mesmo que essa acusação ocorra informalmente.

Ou para situações que você mesmo identifique que houve alguma falha profissional.

Se for segurado pessoa jurídica, muita atenção, é necessário avisar os demais colaboradores que eles precisam informar caso ocorra alguma das situações acima. Indique uma pessoa de referência da empresa para receber esses casos e nos notificar no .
Caso você receba uma ação judicial, um simples e-mail, uma notificação extrajudicial, ou uma “carta” ou por qualquer outro meio de comunicação alegando uma falha e pedindo reembolso ou indenização, nos avise imediatamente no .

Se for segurado pessoa jurídica é fundamental avisar os demais colaboradores sobre essa orientação. Indique uma pessoa de referência da empresa para receber esses casos e nos notificar no .
Você pode escolher seu advogado, entretanto é preciso ter a aprovação da seguradora. Solicite 3 orçamentos (propostas de honorários) e encaminhe a documentação para .
De acordo com o Código Civil artigo 787, o segurado não pode assumir a responsabilidade antes de obter a autorização da seguradora. A seguradora tem uma equipe especialista para avaliar se realmente a sua responsabilidade está caracterizada. Não assine nenhum documento, qualquer dúvida entre em contato conosco no .
Você não deve fazer qualquer pagamento de despesa ou acordo sem prévia autorização da seguradora, qualquer dúvida entre em contato conosco .

Para maiores informações e detalhes consulte sempre as condições gerais do seguro, que será disponibilizado antes do fechamento do contrato do seguro.

×